terça-feira, 10 de outubro de 2017

Maria Diaz e as suas paisagens...**

Se há designer de ponto cruz que gosto, é Maria Diaz, tendo já feito dois dos trabalhos mais apreciados cá em casa a partir de publicações dos seus esquemas na revista "Cross Stitch Gold":


Eis que descubro que não só publica em revistas, como tem alguns livros editados nesta área e o inevitável aconteceu, ou seja a aquisição de dois livros da sua autoria, sendo um deles:

"Landscapes - 50 New Cross Stitch Models"
Já ficou prometido ao rapaz cá de casa a "Ponte de S. Francisco" (na capa, à esquerda em cima), atravessada por ele de carro com uns amigos nos anos 90 (do século passado).

Esperam-me horas bem divertidas!

domingo, 8 de outubro de 2017

A velha máquina Singer!**


Toda a minha vida de criança e adolescente teve como barulho de fundo, por ser o instrumento ligado à sua profissão, a máquina de costura Singer da minha mãe. Ao passar no Largo do Rato um destes fins de semana, descobri numa das montras das lojas estes dois mimos que me transportaram imediatamente para um passado bem próximo. E se o meu vestido de noiva, por ela feito, já foi feito com máquina eléctrica, sei que o da primeira comunhão, por exemplo, ainda teve como máquina uma velhinha Singer de pedais!


Fotos PNLima

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

E o Natal aqui tão perto...**

Le Bonheur des Dames - "Chouette Noel"
Embora ainda lhe falte a moldura (com a respectiva passagem a ferro antes da colocação, para ficar direitinho), eis como ficaram os meus mochos natalícios. Embora lá por casa só vão aparecer no mês de Dezembro, serão concerteza nessa altura boa companhia para os outros da mesma linha:


Fotos: PNLima

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

As refeições, segundo Le Chat!

Agora que as minhas refeições têm que ser mais cuidadas, como eu compreendo Le Chat:

(Com a devida vénia a Philippe Geluck e o seu Le Chat)

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Hum.... Chocolade!


Quando pensávamos que já nada nos surpreendia, eis que temos a sorte de provar este belíssimo chocolate, que só pela foto de capa já vale. O seu interior é saboroso, mas saborosa mesmo foi a conversa com quem nos ofereceu esta pequena maravilha!

Um dia bem passado, em que a conversa, tal como as cerejas foi avançando como se nos conhecêssemos à uma vida! Obrigada aos dois (vocês sabem quem são) pela bela lembrança holandesa, de um dos nossos pintores favoritos! Lá ou cá vamos repetir o encontro!


sábado, 30 de setembro de 2017

Betty Boop em Lisboa!

Mais um mimo descoberto na Rua de S. Paulo, em passeio noutro fim de semana, tendo por aqui já falado de um encontro com o Corto Maltese. Desta vez foi com a Betty Boop:


Foto PNLima

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Jazz por cá!

Eusébio e Duke Ellington
Quando visitámos a Bibioteca Nacional, em busca da Enid Blyton, encontrámos várias outras exposições, sendo uma delas dedicadas ao jazz em Portugal, mais concretamente a fotógrafos nesta área, percorrendo a exposição diversas décadas. Uma surpresa adicional a capa que encontrei, de um Cavaleiro Andante que mora também cá em casa, onde aprendi em miúda a história do Sidney Bechet e de outras lendas do jazz:


Desta exposição faziam parte ainda uns discos de vinil da UNESCO, para promover o jazz e a igualdade entre os homens:


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

A mosca...**


"...A nossa única companhia era a mosca, a mosca ordinária e caseira... Digno e venerável animal! Em qualquer lugar em que o homem penetre, deserto, montanha, caverna - a mosca lá está. Foi este decerto o primeiro dos seres vivos que surgiu sobre a terra. Já havia moscas para pousar no nariz de Adão. O derradeiro há-de morrer com uma mosca a zumbir-lhe em torno à face. E talvez haja moscas no Paraíso."

in "As Minas de Salomão de Rider Haggard" trad. Eça de Queiróz